terça-feira, 6 de outubro de 2009

Complexo Epstemológico



Descartes já disse o que se tinha por dizer. Mas o que vem dai em diante?
Raciocínio lógico, o que é pensar? É apenas um ato? Ou uma cadeia de situações?
Fisicamente complexo nosso cérebro é genial, subdividido em áreas que são totalmente mutáveis e adaptáveis. Pensar é sentir? Perceber o que foi sentido? Codificar o que foi sentido? Associar o que foi sentido?

Conhecimento tão abrangente quanto a palavra pensamento, é descrito por vários de várias formas, de forma que uma tese negue a outra. Temos também o fator inteligência, que associa os dois fatores e que sem nenhum dos dois não é nada. Como um livro que só possui conhecimento bruto e uma calculadora, que de certa forma só raciocina. Mas pensar é mais que isso não?

Senão computadores já seriam considerados pensantes. A diferença: Eles não sentem.
...O que? Não vêem. Não tocam. Não saboreiam. Não cheiram. Não ouvem.
Sem capacidade sensorial de nada adianta raciocinar.

Mas de que formas utilizamos isso para adquirir, absorver, formar e produzir conhecimento.
Auto conhecimento?
Como se descobre algo que só você deveria saber como descobrir?
Etapas. Raciocínio ajuda a formá-las, sendo assim ele é a base do pensamento?
Etapas.
Ver, enxergar, notar, perceber.
"Viu o filme?" "Vi!"
Olhar, avaliar, calcular, entender.
"O que achou?" "Bem sacado aquele fim, e aquela cena foi muito bem feita."
Compreender, aprofundar, desmistificar.
"Qual cena?" "A que possui uma sequência de cortes rápidos e de iluminação baixa, sempre com close ups"
Associar, analogizar, comparar, diferir.
"Porque?" "Porque ela criou uma sensação de tempo interminável, como quando você está com pressa e olha mais vezes para o relógio e para todos lugares."

O que parte depois da associação, quando se percebe que o planeta é uma célula ou que somos como formigas?
Para muitos a analogia é um dos mais altos níveis de pensamento e raciocínio. Até mesmo para tal é necessário conhecimento, precisa-se de uma base para poder realizá-la.

E quando se chega à uma verdade? Verdade que é única de cada um, pois cada um sente diferente. Mas o que muda é como expressa-la, mas a verdade é uma só. O que se faz?
Quando se percebe que tudo é tudo, nada é nada, tudo é nada e nada é tudo.

Onde o negativo e o positivo não existem, sem bem nem mal. Apenas fatores compensativos opostamente obrigatórios em sua existência infinita.
Não há esclarecimento... ainda!.? Ou nunca haverá.

Cogite


O Homem e a Borboleta

Uma vez eu sonhei que era uma borboleta,
voando entre as flores e arbustos do jardim.

Tudo era tão concreto e real
que em momento nenhum do meu sonho
suspeitei que a borboleta era eu
ou que eu fosse a borboleta.

Para todos os efeitos possíveis e imagináveis,
eu era, eu agia e eu realmente me sentia uma borboleta,
cumprindo o destino de uma borboleta qualquer.

De repente, eu acordei
e lá estava eu, sendo a pessoa que eu sempre fui
- ou que sempre imaginei ser.

Sei muito bem
que entre um homem e uma borboleta
há tantas diferenças fundamentais e insuperáveis
que a transformação de um no outro
é algo simplesmente impossível de acontecer no mundo real.

É por isso que, desde então,
eu nunca mais tive sossego
quanto à minha verdadeira identidade.

Pois não há nada que me permita saber,
com toda certeza e rigor,
sem nenhuma margem de dúvida,
se eu sou verdadeiramente um homem,
que um dia sonhou que era uma borboleta,
ou se eu sou uma borboleta,
sonhando que é um homem.

Chuang Tzu

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Possibilidade De Vida Realmente Inteligente



Caros leitores.

Antes de mais nada, bem vindos a este blog de poesias e reflexões. Este post foi feito há vários anos atrás, com toda inocência e desleixo que me eram cabidos. Vejo que é de longe o post mais acessado do blog, e por isso guardo-o aqui com carinho. Entretanto tenham em mente que se trata de um texto para brincar com as ideias, feito por um adolescente. À época não sabia sobre o paradoxo de Ferni, não se falava de física quântica ou tampouco de coisas como Cientologia. Mesmo assim creio que o texto pode te levar a reflexões e te entreter. Ainda farei um novo (ou editarei este mesmo) com mais informações precisas, novas teorias e argumentos que agregam à ideia.

Boa leitura

_________________________________________________

Boa noite para quem lê este diário mental eletrônico imaterial mas bastante substancial.

Hoje venho por meio desta falar de vida em outros planetas e o contato das mesmas conosco, mas principalmente falando em vida inteligente, assunto que mais uma vez surgiu de um outro blog, este eu também participo, o lesmas velozes.

Muito popularizado o assunto de vida em outro planeta hoje em dia é levado a sério e possui departamentos que investigam tais fenômenos. Temos varias opiniões sobre: onde, como, quando e por que?

Onde... Cientistas afirmam que sim, é forte a chance de haver vida fora da terra! Existem planetas fora do nosso sistema que são capazes de abrigar vida possuindo água ou temperaturas adequadas.

A cultura cinematófila vem falando sobre vida em lua, marte e outros planetas aparentemente inabitáveis. Filmes como "missão marte" (muito bom por sinal) nos dão a ideia de vida em planetas mais próximos e, portanto contrariando a ciência. Porém a própria vida contraria a ciência que nunca conseguiu explica-la, logo não duvido que possam existir seres vivos e talvez pensantes em um deserto vermelho, onde um dia possuiu água. Pode ser que estejam sobe a terra onde a água é encontrada. Destaque para a foto recente tirada de um dos robozinhos lá onde parece que tem um E.T. sentado numa pedra.(muito foda) Isso provavelmente é uma ilusão mas não deixa de dar o clima certo.

Mas para acharmos lugares habitáveis não precisamos ir muito longe, só que desta vez não se trata de um planeta, mas sim algumas das várias luas de Júpiter, a Europa por exemplo, cientistas descobriram que na tal lua existe água, e sua temperatura não é tão drasticamente desequilibrada.




Falando em outras possibilidades, temos a de universos paralelos e a teoria das cordas. Essa questão na qual de alguma forma um corpo feito de matéria de algum modo poderia passar de uma dimensão para outra. As vezes eu me encanto ao pensar na possibilidade de por exemplo existir vida por detrás do espelho, e que como que por regra ou algo assim sem que percebamos fazemos a mesma coisa que o espelho. (opa viajei demais) Um filme que quero acrescentar é "O Confronto" do Jet Li, onde o vilão vai de universo em universo paralelo matando suas versões para ficar mais forte. Outro que fala sobre mundos paralelos é o "Hellboy" onde os demônios polvos estão em uma outra dimensão.

O quesito que entra na pergunta do onde? É a questão da distância, caso não exista vida em nosso sistema além da nossa os ETs só podem vir de galáxias distantes ai entramos na questão do como?

Como...Para muitos filmes existem idéias de naves poderosas, portais dimensionais, buraco de minhoca, buracos negros, e até religiões em geral tem coisas sobre como chegar em outros mundos... ....nesse caso, os outros mundos seriam céu, inferno, hades, nirvana, cidade de prata, dentre outros... Agora, como? Outras galáxias estão a milhões de anos luz de distância, e a maioria de pessoas comuns pensa: "Hmmm, é só eles dominarem a velocidade da luz que eles chegam rápido"



Eééééé.... não! Se eles estiverem na velocidade da luz vai demorar milhões de anos ainda, ou seja, para poder chegar aqui eles teriam de dominar algo além da velocidade da luz. Então aquela sonhada máquina que voa na velocidade da luz do Star Wars é furadassa!

Já que velocidade não basta a próxima opção seria os buracos negros, que tal pular em um buraco negro e ver em que parte da galáxia você vai para? Essa é a ideia mais tola dos mundanos, entrar em um buraco negro é como entrar em um liquidificador, você não vai pra lugar nenhum!



OS buracos negros são estrelas que perderam energia e explodem e começam a sugar tudo que está envolta, penso eu para voltar a ter energia e ser uma estrela de novo, sei lá...

Cientistas procuram por worm-hole na tradução ficaria algo como buraco da minhoca, esse sim é um portal onde existem duas entradas e saídas, seria como um túnel de grande extensão e velocidade, simplesmente se sai do outro lado quase que instantaneamente. Mas ainda é um estudo que não traz nenhuma certeza.

Quanto a portais dimensionais, por enquanto fica só a imaginação, não sabemos sequer se existem universos paralelos, então não podemos criar um portal por assim dizer, mas nada impede de ETs criarem...



Uma grande teoria não muito abordada é a da morte, talvez quando morremos nosso espírito viaje pelo universo, para os que conhecem a história dos exilados de capela devem saber do que estou falando. Talvez a própria morte seja um meio de viajar entre as dimensões, ou para outros planetas. Segundo uma crença espírita, nos seres humanos somos os seres que foram exilados de capela, e capela é um outro planeta como o nosso e quando evoluirmos espiritualmente poderemos voltar. (Não é a toa que o mundo é assim haha... somos a escória!)

Essa ideia de capela é interessante, mas não precisamos ir tão longe, temos também como exemplo o inferno, keanu Reeves que nos diga quando seu personagem vai para uma outra dimensão no filme "Constantine".

Porem seguindo essa linha de raciocínio assim como nós de, certa forma, viemos de marte, poderíamos estar fazendo uma evolução espiritual, e tudo mais e assim vamos nos aproximando do sol. Entendem? É que tem muito mais coisas por traz, mas se luz é divina o sol é o que? Isso é algo que comento outro dia.

A próxima pergunta é quando? Pois eles podem já ter vindo pra cá, temos provas físicas de seres vindos do céu em muitas culturas. E também eles podem ser de antes de nós.



Quando... Todos já ouviram falar de "Eram os Deuses Astronautas", um livro best-seller que fala justamente sobre essa possibilidade de seres extra-terrestre terem influenciado nossa cultura ou até feito experiências genéticas em nós para que fossemos o que somos. O que mais nos incentiva a acreditar nisso é o simples fato de só nós sermos "evoluídos" intelectualmente neste planeta. Acredito que grandes civilizações podem ter tido contato com eles e até divinizado eles por terem tamanho domínio da matéria, entre outras "habilidades especiais".

Um filme recente que toca no assunto que eu gostei pra caramba é o "Indiana Jones e O Reino da Caveira de Cristal". Sobre ETs no passado, coisas misteriosas e afins, recomendo o site Misterios Antigos! Nisso chegamos a ultima e principal pergunta: Por que?

Porque... Os motivos principais ao meu ver seriam, ampliar conhecimento, habitação, adquirir alimentos ou compartilhar conhecimento. Ou até mesmo tudo junto.





Ampliar conhecimentos pode parecer algo bem tranquilo e pacífico, mas dentro desse quesito se encontram pesquisas com seres humanos, o que nos leva a abdução. Quem nunca teve medo de ser abduzido, ou acordar em uma maca com borrões cinzas mexendo em você. É possível que eles venham a terra para nos analisar e colher material de pesquisa, assim como fazemos com ratinhos brancos. Essa hipótese é medonha se pararmos para pensar, talvez pessoas que tenham problemas genéticos foram apenas experiências, ou pessoas que são atormentadas pelas drogas e querem largar e não conseguem pode ser extraterrestres nos drogando como fazemos com os ratinhos.



Esse lado invasivo das abduções só pode ocorrer se eles forem muito mais desenvolvidos que nós para que nos peguem sem que percebamos, e apaguem nossa memória e tudo mais. Talvez eles ainda não nos alcançaram e estão tentando contato, e só quando conseguirmos alcançar tal tecnologia poderemos ouvir sua mensagem e até responder. OU então estão fazendo pesquisa de campo, estão estudando nossos hábitos, e nossa comunicação disfarçados de seres humanos, com tamanha tecnologia que podem ser literalmente humanos, não só em aparência...

Outra possibilidade é a de habitação, seres esses que perderam seu planeta natal e se abrigam aqui de um jeito meio "MIB" sabe, entre os humanos vivendo normalmente, de forma meio que clandestina. A outra possibilidade relacionada com habitação seria como a que ocorreu entre os espanhóis e os índios da América Latina, uma simples aniquilação!

Chegamos a opção deles virem para cá se alimentarem, assim como o filme "Guerra dos mundos" onde eles saem comendo-nos!!! Nessa opção eles podem ter exaurido todos os bens de seu planeta assim como aos poucos estamos fazendo, até não sobrar nada, e então tiveram que ir para outro planeta para se alimentar e procriar. Ou até mesmo seres como o Galactus no filmes do quarteto fantástico, que são formas de vida de um visão diferente e eles literalmente se alimenta dos planetas!!



E enfim a possibilidade deles estarem aqui para nos guiar e nos ajudar, pois de alguma forma somos irmãos, e eles tem um conhecimento muito importante que nos ajude a compreender melhor tudo, a vida, o amor, e porque sofremos tanto. Para que possamos evoluir espiritualmente e alcançar a plenitude e controle do pensamento e a pureza dos atos para que nos tornemos tão fortes e criemos nosso próprio planeta com vida para cuidarmos.



E talvez um dia sejamos nós que vamos atrás de contato com outros planetas, seja para sermos maus e querermos dominar o planeta como já é bem característico nosso, ou para conseguir contato pacífico entre outras civilizações afim de ampliaremos nosso entendimento do todo. haha

Outra questão que gostaria de abordar é e se eles já mantém contato? e se temos mais arquivos sobre eles do que pensamos. Todos conhecem a boa e velha área 51, onde os casos de extraterrestres são supostamente estudados e desvendados. E se tais organizações de mesmo cunho intelectual já mantém contato ou possuem várias informações sobre eles, casos como Roswel, ET de varginha dentre outros casos famosos. Talvez já temos contato e não sabemos.



Hoje a ufologia está a cada dia sendo mais levada a sério, o conjunto dos estudos da astronomia, astrologia, da física e da matemática estão nos levando a novos conhecimentos, mas sempre com os olhos fixados nas estrelas. Estudos recentes estão começando a olhar para baixo e perceber que temos muitos mistérios ainda a serem desvendados em terra e mais especificamente em mar. Surge então a teoria dos OSNIS(Objetos Subaquáticos Não Identificados). Se pararmos para pensar não conhecemos piciroca nenhuma do mar, e relatos estão sendo estudados de supostos discos voadores que saem do oceano. Seria possível existir uma raça de seres vivos subaquáticos tecnologicamente desenvolvidos, ou quem sabem E.T.s possuam bases no fundo do oceano para que possam ficar por aqui, ou até um portal submerso.



Conclusão, se ETs existem, e eles tem conhecimento de nossa existência também eles com certeza sabem mais sobre nós do que nós sobre eles, o assunto de vida em outros planetas e de inteligência alienígena ainda é um mistério e talvez sempre seja. É possível também que um dia nós sejamos os ETs, assim como no filme Avatar, onde nós somos os invasores. Por enquanto o que podemos fazer é apenas crer, e é justamente isso que nos dá muitas vezes a ligação de extraterrestres com religião, talvez nada tenha a ver uma coisa com a outra, mas até o dia em que soubermos tem muito tempo.





Nossa! Viajei. É por ai pessoal, demorei pra caramba pra fazer esse post que por vezes até me perdi, mas deu pra perceber que já cheguei a estudar bastante o assunto, né? Eu era viciado nisso quando pequeno e ficava me borrando na internet pesquisando sobre isso. Eu tinha muito, muito medo mesmo, de ETs! haha

E eis a imagem de "ET" que mais gosto!!!



Da até uns calafrios não?

Sabe o que eu acho disso tudo? Se eles já mantiveram contato ou mantém, não faz a mínima diferença, afinal tudo continua como está e não sabemos de nada. Se eles intervirem futuramente em nossos assuntos mundanos a vida seguirá seu curso do modo que puder e não fará nenhuma diferença. Afinal somos menos que poeira espacial!

Bom é isso ai, até a próxima abdução mental sobre assuntos variados!

.

domingo, 1 de março de 2009

Extensão cerebral


Mc. Luhan uma vez disse em um de seus livros que os meios de comunicação são extensões do nosso corpo mas, pensando de uma forma mais simplória todo tipo de nova tecnologia tem servido de extensão, não apenas os meios de comunicação.
Temos como o carro extensão das pernas, pois o princípio das pernas é para que nos movamos, casas e prédios como extensão da nossa pele, considerando como objetivo da pele nos proteger. E assim vai com máquinas que são para nos dar forças onde já não agüentamos mais, e também para superar nosso cansaço.
Desde uns tempos para cá já estamos fabricando algo que substituirá nosso cérebro, pois ele já esta ficando desatualizado, já não esta mais sendo capaz de conseguir administrar todas as extensões que possuímos agora. Por exemplo, ferramentas e técnicas há de montes para produzirmos um filme, porém já não temos mais a capacidade de alguém que domine todas para fazer as melhores escolhas, do mesmo jeito que não há alguém que domine todos programas de computador para criar projetos ainda melhores.
Estamos caindo na repetição, apenas refazendo o que já foi bem feito antes, estamos caindo na rotina. As músicas são todas iguais, os filmes estão ficando repetitivos, pouco (ou quase nada) se salva das indústrias, musicais, automobilísticas, cinematográficas. Até mesmo os carros estão ficando cada dia mais parecidos, com exceções de algumas releituras aqui e ali.
Lógico que o ser humano não é substituível... Ainda... pois possuímos a capacidade de embaralhar tudo para fazermos algo criativo. Algo realmente surpreendente que acontece no nosso subconsciente e que nós sequer fazemos idéia do porque. Por isso ainda há exceções, ainda existem verdadeiros artistas.

Essa nova extensão que possuímos nos ajuda com falhas na matemática, na memória e na organização, mas ainda não conseguimos administrar tudo corretamente na nossa cabeça, talvez precisamos de uma extensão de ação direta e não indireta como os computadores. Algum tipo de chip, hd ou algo além que seja diretamente ligado a nosso cérebro ampliando nossas capacidades mas, acima de tudo precisamos valorizar a criatividade, as idéias e a imaginação.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Humanos, seres artificiais

Estava discutindo com uns amigos sobre a questão de se relacionar com seres artificiais, ou robôs com sentimentos. A idéia surgiu do post que ele fez no blog On Bytes, de onde se originou essa discussão e decidi postar parte da minha opinião. Aqui exponho pensamentos um tanto quanto impactantes e que não digo que seja exatamente minha opinião, mas que são interessantes para serem refletidos.

Penso que quanto ao lado de não se relacionar com um ser artificial porque ele viveria muito mais não se encaixa, porque pensando bem até isso ser possível nós já estaremos clonando órgãos e adaptando partes biotecnológicas ao nosso corpo e também estaríamos vivendo mais. Quanto a robôs terem sentimentos ou não, eu vou jogar uma opinião um tanto quanto ateísta e subversiva mas que é para ser pensada: quem disse que nós temos sentimentos e emoções? Se pararmos para pensar todo tipo de sentimento tem uma razão lógica por trás.

Por exemplo, você tem medo de palhaço pois um dia ele se mostrou muito invasivo assim afetando seu instinto de defesa e por possuir uma aparência que não condiz com o natural.
Ou sente atração por uma garota pois percebe, mesmo que no subconsciente, que através de sua pele sedosa e bochechas rosadas ela está ovulando e exalando hormônios, ou que ela parece ser bem qualificada para procriação por possuir um quadril bem largo, para que quando grávida acomode melhor o bebê.
Não vou poder ficar dando exemplos, pois seriam infinitos os motivos.
Outra coisa que afeta nosso humor e emoções é a nossa saúde e os nossos hormônios, de forma que uma pessoa com maior indicie de testosterona no corpo em geral se torna mais agressiva, mais impaciente e estrógeno o contrário, mais delicada e sensível. E não se esqueçam que tais hormônios existem tanto no homem quanto na mulher.
Bom, tenho muitos outros exemplos mas resumindo... o que quero dizer é que: quem prova que somos tão especiais, emotivos e sensitivos? Talvez sejamos Apenas Macacos com um celular com poderio tecnológico!



E se sentimentos e emoções forem associações lógicas, talvez a máquina que se parece tanto conosco por pensar binariamente,(sim ou não, bem ou mal, ligado ou desligado, 0 ou 1) possa se desenvolver um dia para se tornar semelhante a nós, e talvez até  melhor. Se um dia uma máquina aprender a pensar e imaginar, nossa raça estará com os dias contados.

Nós queremos "evoluir" mas não sabemos pra onde e nem porque!!

Dance Monkeys, Dance!!!


segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Conflito de Teseu

Descobrindo como funciona a cabeça de alguém, como ela pensa e porque age da forma que age...



...Toda mente é um labirinto cheio de portas, e as lembranças são as chaves para essas portas. Só o próprio labirinto tem as chaves pra suas fechaduras, mas ele pode compartilhar algumas memórias com outras pessoas. Mas é difícil compartilhar todas, e muitas vezes para se entender o labirinto precisa-se de mais do que o próprio labirinto pode fornecer, como se certas portas ele não soubesse qual é a chave. Nossas experiências de vida criam as portas da nossa existência como ser pensante e emotivo....







...Somos nada além de hormônios, impulsos elétricos e instinto de sobrevivência?